terça-feira, 15 de outubro de 2013

A Rússia já foi consagrada ao Imaculado Coração de Maria?

A
Rússia foi consagrada ao Imaculado Coração de Maria, como a Santíssima Mãe pediu em Fátima? Isto tornou-se um tópico controverso desde 26 de Junho de 2000. Fui moderador no programa de rádio do Drew Mariani, no Relevant Radio, na Sexta-Feira à tarde, e no final do programa discutimos a consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria pelo Papa Francisco a 13 de Outubro de 2013 (Deo gratias!).
Não é de surpreender que tenham surgido algumas chamadas com questões sobre o Terceiro Segredo e a Consagração da Rússia. Vejamos então a história das consagrações papais ao Imaculado Coração.
Has Russia Been Consecrated by the Pope
A Rússia foi consagrada?
Como lembrete, aqui fica o texto das palavras de Nossa Senhora relativamente à consagração da Rússia ao seu coração:

"Para evitar isto, virei pedir a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração e a Comunhão reparadora nos Primeiros Sábados. Se os meus pedidos forem ouvidos, a Rússia converter-se-á e haverá paz; se não, ela irá espalhar os seus erros pelo mundo fora, causando guerras e perseguições à Igreja. Os bons serão martirizados; o Santo Padre vai ter muito que sofrer; várias nações serão destruídas. No fim, o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre vai consagrar a Rússia a mim e ela converter-se-à e um período de paz será concedido ao mundo."
Maria diz que o Santo Padre vai consagrar a Rússia e que a Rússia se converterá. Vários Papas consagraram "o mundo" a Maria. O debate centra-se apenas sobre se consagrar "o mundo" é o mesmo que consagrar "a Rússia".

Lista das consagrações papais ao Imaculado Coração

Já houveram pelo menos 7 consagrações pelos Papas ao Imaculado Coração:
1) A 31 de Outubro de 1942, o Papa Pio XII fez uma Consagração ao Imaculado Coração de Maria do mundo inteiro.
2) A 7 de Julho de 1952, o Papa Pio XII consagrou os povos da Rússia ao Imaculado Coração de Maria pela sua carta apostólica  Sacro Vergente Anno. Pio XII disse:

"Tal como há alguns anos Nós consagrámos a raça humana inteira ao Imaculado Coração da Virgem Maria, Mãe de Deus, também hoje Nós a consagramos e de uma forma especial Nós confiamos todos os povos da Rússia a este Imaculado Coração."
3) A 21 de Novembro de 1964, o Papa Paulo VI renova, na presença dos Padres do Concílio Vaticano, mas sem a sua participação, a consagração da Rússia ao Imaculado Coração.
4) A 13 de Maio de 1982 o Papa João Paulo II convida os bispos do mundo a unirem-se a si a consagrar o mundo e, com ele, a Rússia ao Imaculado Coração. Muitos não receberam o convite a tempo da viagem do Papa a Fátima, onde ele fez a consagração. A Irmã Lúcia diz mais tarde que não foram cumpridas as condições.
5) Em Outubro de 1983 o Papa João Paulo II, no Sínodo dos Bispos, renova a consagração de 1982.
6) A 25 de Março de 1984 o Papa João Paulo II, "unido com todos os pastores da Igreja numa ligação especial sob a qual constituem um corpo e um colégio", consagra "o mundo inteiro, especialmente as pessoas pelas quais, por virtude da sua situação, vós tendes um amor e solicitude particular."
A 29 de Agosto de 1989, a Irmã Lúcia afirma na sua correspondência que a consagração da Rússia "foi feita" e que "Deus manterá a Sua palavra."
Eventos seguintes:
9 de Novembro de 1989, Queda do Muro de Berlim
25 de Dezembro de 1991, Dissolução da União Soviética
26 de Julho de 2000, revelação do Terceiro Segredo de Fátima pelos Cardeais Bertone e Ratzinger
7) A 13 de Outubro de 2013 o Papa Francisco consagra o mundo ao Imaculado Coração.

A Rússia foi mesmo consagrada?

Apesar das consagrações distintas do mundo pelos Papas (uma mencionava a Rússia), as pessoas ainda debatem sobre se a Rússia foi especificamente consagrada como as instruções da Santíssima Virgem Maria em Fátima.
Eis os dois lados do debate.

Aqueles que dizem que a Rússia não foi bem consagrada apontam dois problemas:

1) Os Papas não consagraram especificamente a "Rússia" em união com os bispos. É certo que o mundo foi consagrado e que a Rússia pertence ao mundo. A Rússia foi consagrada como parte de um grupo de nações, mas não especificamente. É a diferença entre um sacerdote abençoar a congregação em que vocês estão presentes e abençoar-vos a vocês especificamente por nome.
2) A Rússia está longe de se "converter" como Maria prometeu que ia acontecer se a consagração fosse feita. Se a Rússia estivesse mesmo consagrada, não se devia converter e não estaríamos a viver um "período de paz concedido ao mundo" tal como prometido por Maria? Como a Rússia não se converteu e como não estamos num período de paz, a consagração da Rússia, dizem eles, não aconteceu.

Aqueles que dizem que a Rússia foi consagrada apresentam duas provas:

1) A Irmã Lúcia disse que a consagração da Rússia foi feita pela acção do Papa João Paulo II a 25 de Março de 1984. Se alguém o sabia era a Irmã Lúcia, ela é que recebeu a mensagem de Maria.
Pope John Paul II and Sister Lucia
A Irmã Lúcia com o Beato João Paulo II
2) A Santa Sé, na revelação do Terceiro Segredo a 26 de Junho de 2000, indicou que a consagração foi feita. A Irmã Lúcia, segundo parece, mostrou que concordava.
Como podem ver, aqueles que dizem que a Rússia não foi bem consagrada têm que dizer que a Irmã Lúcia, a receptora da mensagem de Maria, ou se enganou ou estava a fazer algum tipo de reserva mental para enganar todas as pessoas nesse assunto. É preciso dizer também que o Cardeal Ratzinger, o futuro Papa Bento XVI, teria usado uma discrição enorme para enganar o mundo neste assunto a 26 de Junho de 2000.
Por outro lado, não parece certo que a Rússia se tenha "convertido" como Nossa Senhora prometeu.
Independentemente de que lado estiverem, lembrem-se de que nós os leigos temos a nossa "responsabilidade de Fátima" - rezar o Terço todos os dias e manter a devoção dos Primeiros Sábados. Para mim pessoalmente, a "questão da Rússia" tem que incluir o abraço dos leigos ao Terço e verdadeira devoção a Maria. Ela deseja que os nossos corações sejam consagrados ao Sagrado Coração através do seu Imaculado Coração. Taylor Marshall


blogger

9 comentários:

Anónimo disse...

Ora aqui está um problema que aflige tanta gente e que devia estar no centro da agenda mediática: saber se a consagração de todo o mundo implica a consagração da Rússia. Ai estes insondáveis dilemas da nossa sociedade. A este nível de profundidade e importância acho que só consigo comparar a intrincada dúvida que aflige o curador do Museu do Vaticano relativamente ao tipo de composto que deve ser usado para limpar devidamente os dourados tectos daquele espaço...
Enfim, é com cada vez maior pesar que vejo as facções mais fundamentalistas da Igreja Católica continuam agarradas a rituais e crendices em vez de se focarem nas boas obras

João Silveira disse...

"As almas grandes têm muito em conta as coisas pequenas."

Lucas Silva Vieira disse...

O Santo Evangelho nos ensina a buscar sempre a Glória de Deus em tudo,e isso inclui boas obras e todas as outras coisas. Lutar pela conversão da Rússia é uma delas.

Rogério Maciel disse...

«Por outro lado, não parece certo que a Rússia se tenha "convertido" como Nossa Senhora prometeu.»

Claro que sim .Hôje a URSS despareceu .Hôje é a Rúsia , uma Nação CRistã ,com um líder devoto de Dêus e que apoia e acarinha a a Igreja Ortodoxa.
Hôje , a Rússia , ao contrário da Europa e dos EUA , é um foco de Luz Cristã .

Anónimo disse...

«Por outro lado, não parece certo que a Rússia se tenha "convertido" como Nossa Senhora prometeu.»

CORRETO!

Entenda-se conversão à Igreja católica apostólica Romana, a Igreja de Cristo, Una-Santa, cujo chefe é o papa!

A Igreja principal da Rússia, apostólica ortodoxa, continua estando em cisma contra o papado e outros importantes pontos da doutrina embora mantenha certos pontos importantes e validos da tradição.

Devoto fiel disse...

Aconselho a todos visitarem a página da Bem-aventurada Irmã Maria do Divino Coração, condessa Droste zu Vischering e antiga Madre Superiora do Convento do Bom Pastor do Porto: http://www.facebook.com/mariadrostezuvischering

Foi ela quem pediu a consagração do Mundo ao Sagrado Coração de Jesus, realizada em 1899 pelo Papa Leão XIII.

Quanto à consagração do Mundo ao Imaculado Coração de Maria, confunde-se muito os pedidos feitos à Irmã Lúcia, de Fátima, com o pedido original feito à Beata Alexandrina Maria da Costa, de Balazar.

Anónimo disse...

Alem de todas as questões acima mencionadas existe uma que explica tudo e o porque da controvérsia. Ésta que se diz a Irma Lucia, e que se assenta com o Papa João Paulo, é a "falsa" Irmã Lúcia". A verdadeira Irmã Lúcia desapareceu e morreu sem ninguem saber como e onde. Vejam este documentário que contem as provas contundentes deste episódio. Vejam no link;
https://www.youtube.com/watch?v=owgHfroZY6o

Décio Anor Werlang disse...

Eu Décion Anor Werlang digo que devemos resar o terço em reparação todos os dias e fazer a comunhão e confição reparadora nos primeiros sabados de cada mes, e não se preocupar com outros assuntos, façamos a nossa parte. Atenciosamente tenhamos fé. Quando resarem a oração Pai Nosso resem com fé Santificado seja o vosso nome, venha nós o vosso reino seja feita a vossa vontade, perdoai as nossas ofenças.

Mila disse...

Se já se fizeram tantas consagrações, por tantos Papas, porque não se faz mais uma, tal como Nossa Senhora pediu? O consagrar, não é uma crendice, e muito menos neste caso! As consagrações podem-se repetir, sempre que se ache oportuno! Tanto que o mundo necessita de ser consagrado constantemente! Talvez que em 2017, quando o Papa for a Fátima, ele consagre de novo o mundo, particularmente a Rússia, ao Imaculado Coração de Maria. Vamos rezar para que isso aconteça!