quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Não há reforma sem conversão de vida - Pe. Fernando António SJ

Queremos reformar a Cúria Romana, queremos reformar os outros e esquecemo-nos da nossa própria reforma de vida…

Esquecemo-nos que só se pode ser realmente cristão num caminho de conversão e de santidade...

Esquecemo-nos da luta espiritual... e ignorámos o poder sedutor do mal dizendo que o Diabo não existia... Ora aí está ele, a esfregar as mãos de contente! Temos agora várias gerações de cristãos que não foram minimamente iniciados à vida cristã, à luta espiritual.

Andaram dez anos na catequese para aprender que "Jesus é nosso amigo"... e basta. E depois admiramo-nos e escandalizamo-nos com o pecado... E as palavras de Jesus são muito claras:

«Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz à perdição, e são muitos os que entram por ela… e estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz à vida, e são poucos os que acertam com ela» (Mateus 7, 13-14).

Não há reforma sem conversão de vida…

Esta é uma verdade fundamental que, para nosso mal, está esquecida há meio século...

Quando vemos os irmãos cair apontamos o dedo… mas nós vamos pelo mesmo caminho…

De facto, continuamos a seguir cegamente as mesmas cartilhas ideológicas por onde estudaram aqueles que agora aparecem nas páginas dos jornais… padres, bispos, cardeais e outros cristãos, que pelos seus pecados são causa de escândalo… simplesmente porque se fascinaram com o “mundo”, e se esqueceram de que não há reforma sem conversão e santidade de vida.


blogger

Sem comentários: