quarta-feira, 15 de março de 2017

O grande segredo de D. Bosco

No ano 1855, S. João Bosco tinha pregado durante três dias os Exercícios Espirituais aos jovens da "Generala", de Turim, um instituto correcional para os indisciplinados. Tendo-os confessado todos, pediu e obteve depois de muita insistência, do próprio ministro Urbano
Rattazzi, a licença para os levar, ao todo 350 rapazes, a um passeio até o parque real de Stupidini, nos arredores de Turim. 

A mais espontânea alegria durou até ao fim da tarde e, na hora de voltar para casa,   ninguém   deixou   de   responder   à   chamada.   É impossível descrever a surpresa de todos, que não podiam explicar como é que um pobre Padre sozinho, sem guardas nem soldados, tinha podido manter em ordem e submissos tão grande número de internados. Não sabiam que o grande segredo de D. Bosco era a confissão.

Pe. Luiz Chiavarino in 'Confessai-vos bem'


blogger

Sem comentários: