sexta-feira, 17 de julho de 2015

A história dos Beatos Inácio de Azevedo SJ e Companheiros mártires

[A Igreja celebra hoje, 17 de Julho, o martírio destes 40 santos missionários]

Português de nobre linhagem, Inácio de Azevedo entrou na Companhia de Jesus, na qual ocupou cargos importantes. As suas insignes virtudes atraíram-lhe as atenções do Provincial S. Francisco de Broja, que o mandou ao Brasil como visitador geral. Dois anos depois voltava à Pátria, para daí a pouco voltar como superior duma leva de missionários.

Atacados no alto mar por corsários franceses, foram imediatamente condenados à morte. O primeiro foi o superior, que se tinha ido colocar diante dos hereges ostentando uma imagem da Ssma. Virgem que recebera das mãos do Papa S. Pio V. A sua mansidão era uma exprobração para a impiedade dos hereges. Trespassado por uma lança e degolado, entregou a alma a Deus.

Do mesmo modo 39 dos seus companheiros foram atormentados com atrozes suplícios, e os seus corpos lançados ao mar. Apenas foi poupado um irmão cozinheiro, de cujos serviços os piratas contavam servir-se. Mas o seu lugar foi logo tomado por um generoso adolescente, sobrinho do capitão do navio, que tinha solicitado a sua admissão na Companhia.

As suas almas foram vistas subir ao Céu por Santa Teresa de Ávila.


in Missal Quotidiano e Vesperal, Desclée de Brouwer & CIE, Bruges (Bélgica), 1957


blogger

Sem comentários: