sexta-feira, 8 de julho de 2016

Missa Antiga na Capelinha das Aparições em Fátima

No passado 7 de Julho, em Fátima, foi celebrada a Santa Missa na Forma Extraordinária na Capelinha das Aparições, ad Mariam, nove anos após a promulgação do Motu PropriSummorum Pontificum. Celebrou-se Missa Votiva de Santa Maria in Sabato. 100 anos após as aparições do Anjo da Guarda de Portugal, a Missa Antiga repara o Sacratíssimo Coração de Jesus, "horrivelmente ultrajado pelos homens ingratos". Prometeu Nossa Senhora: "Por fim o meu Imaculado Coração triunfará."

Procissão de entrada.

Após as orações aos pés do altar, o sacerdote lê o Introito e reza o Gloria.

O sacerdote lê o Santo Evangelho, virado a Norte liturgico, após ler a Epístola, o Gradual e o Aleluia. 

Ofertório, o sacerdote, rezando para que, embora ele seja indigno, Deus possa aceitar "esta hóstia impecável” (vítima impecável) para o perdão dos seus próprios inumeráveis pecados, ofensas e negligências, e o de todos os presentes, e para o dos fiéis cristãos vivos e mortos, para que sirva para a salvação deles.

No Canon Romano, o sacerdote louva a Deus, pede pela santificação dos vivos e para que Deus guarde a vida, reza pela unidade e governo da Igreja e implora pelo auxílio dos santos. Antes da consagração pede ainda a Deus que aceite a oblação dele e da Igreja. Após a consagração o sacerdote oferece o sacrifício pelo perdão dos pecados. Depois, reza pelos mortos, no segundo Memento, e depois pelos vivos ("Por nós pecadores") de novo, citando 15 mártires.


"Dominus meus et Deus meus" ("Meu Senhor e meu Deus"), cremos firmemente que é verdadeiramente o Vosso Corpo, Sangue, Alma e Divindade tão real e perfeitamente como está no céu.

V. Ecce Agnus Dei, ecce qui tollit pecatta mundi. R. Domine non sum dignus ut intres sub tectum meum: sed tanctum dic verbo, et sanabitur anima mea.

Após as orações de acção de graças e das antífonas da comunhão e pós-comunhão, o sacerdote indica Ite Missa est e dá a benção. 

Após a benção, o sacerdote lê o Último Evangelho, que relata a Encarnação de Cristo.

Procissão de saída. Nossa Senhora rejubilou com a Santa Missa!

Rezemos, como nos pediu o Anjo de Portugal, pelas ofensas cometidas contra o Santíssimo Sacramento: "Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido. E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores."

Reportagem Senza Pagare


blogger

3 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Bom dia!
Meu sonho maior nestes últimos tempos... quisera chegar o dia logo! Feliz expectativa!
Abraço muito fraterno

Anónimo disse...

Lindíssima missa! Seria tão bom que a missa antiga voltasse a ser celebrada em todas as paróquias do mundo! Mas parece que isso não agrada nada ao inimigo de Deus...

P.S.: Uma notícia que pode interessar aos leitores do blog.

Medjugorje: nomeação de Administrador Apostólico é hipótese
http://br.radiovaticana.va/news/2016/07/04/medjugorje_nomea%C3%A7%C3%A3o_de_administrador_apost%C3%B3lico_%C3%A9_hip%C3%B3tese/1241963

Tancredo Lusitano disse...

Se querem celebrar a Missa de S. Pio V, fazei-o correctamente. Não há sacras no altar, e não há um crucifixo na frente, entre outras coisas.