sexta-feira, 30 de março de 2007

Pope asked to slow speeding priest

LISBON, Portugal (Reuters) -- A Portuguese group campaigning for safe roads has asked the Vatican to ensure that a priest who owns a souped-up Ford Fiesta "resist the temptations of speed."

Father Antonio Rodrigues, Portugal's only owner of a 150-horse-power Ford Fiesta 2000 ST, has boasted of his car's rapid acceleration to 210 kilometers (130 miles) per hour and "thanked God" for never being fined, the Association of Motorist Citizens said in a letter to the Pope.

"I am no speed freak," daily Correio de Manha quoted Rodrigues as saying on Monday. "I have a car that I like but I drive with prudence."

The association's letter, which was published on its Web site (www.aca-m.org), cited the priest as saying he uses the car to take youngsters for spins and to zip around to "arrive on time to the three parish churches."

"We ask Your Holiness to help this unfortunate priest to ponder the gravity of his acts and the immodesty of his words and to resist the temptations of speed and boasting," the letter to the Pope said.



blogger

6 comentários:

Senzhugo disse...

Que mal fez o padre? Não sabia que infringir o código da estrada era pecado. se calhar o CE também foi ditado no monte de sinai...
Não devemos confundir estas coisas.

mvs disse...

Não inventes, a partir do momento em que ele põe em perigo a vida de inocentes, está a ser imprudente, para além de não estar a dar um grande exemplo aos fiéis.

Senzhugo disse...

1. quais inocentes? os mosquitos que se espetam no vidro da frente? ele não diz q vai a abrir com os paroquianos. Andar a 200 km/h no IC12 sem ninguém não me parece pecado. É favor não confundir a moral do código da estrada com o essencial.

2. repito, o CE não consta da tradição bíblica.

3. então e o rally, fórmula 1, etc?

mvs disse...

«he uses the car to take youngsters for spins and to zip around» - aqui tens os inocentes. E nem penses em andar a 200 no IC12, deixa-te de parvoices.

Senzhugo disse...

"I have a car that I like but I drive with prudence."

pela terceira e última vez, o Código da Estrada não faz parte da Sagrada Escritura.

João "o discípulo amado" Silveira disse...

q bela discussão fraternal