segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Cristianismo e marxismo - Plínio Corrêa de Oliveira

Enquanto o Cristianismo, que é o amor organizado, ensina aos poderosos a justiça para com os direitos dos humildes; a caridade para socorrê-los nas suas horas difíceis... 

Enquanto ensina aos inferiores o respeito aos superiores; a alegria dentro de sua própria condição; a aspiração de elevar-se por merecimento real... 

Enquanto o Cristianismo semeia a paz na harmonia das classes e no concerto admirável resultante do domínio das paixões egoísticas e vis... 

Enquanto o Cristianismo acena para o Alto e promete uma felicidade eterna depois da prova desta vida... 

O marxismo calca aos pés toda dignidade humana, e prega a luta das classes. O ódio ao superior. A revolta. O surto de todas as paixões mesquinhas. A felicidade efémera no gozo da matéria.

É por isso que os bolchevistas, em furiosa sanha, congregam todos os esforços para arrancar a consciência religiosa do povo infeliz. E investem contra a Igreja Católica - o esteio da fé, da esperança e do amor -, a coluna mestra da moral, a guarda da família, a defensora do direito.

'Subtração de valores' in Jornal O Legionário, n.º 143 (15 de Abril de 1934)


blogger

Sem comentários: