quinta-feira, 4 de agosto de 2016

A devoção do Santíssimo Rosário

Celebrando a memória litúrgica de S. Domingos, que recebeu de Nossa Senhora o Rosário, não nos esqueçamos do que a Santíssima Virgem lhe prometeu.

O Santo Rosário é sem dúvida uma enorme fonte de graças e de protecção. A irmã Lúcia, a quem Nossa Senhora apareceu em Fátima várias vezes, disse um dia:

"A Santíssima Virgem, nestes últimos tempos em que vivemos, deu nova eficácia à recitação do Rosário. Tanto é assim, que não existe nenhum problema, independentemente de quão difícil possa ser, temporal ou, sobretudo, espiritual, na vida pessoal de cada um de nós, das nossas famílias... que não possa ser resolvido com o Santo Rosário. Não existe nenhum problema, digo-vos, não importa quão difícil possa ser, que não possamos resolver com a oração do Rosário."

Nossa Senhora revelou estas promessas a São Domingos, o santo a quem foi explicado, pela primeira vez, o Santo Rosário, no século XII:

1. A todos os que rezarem o meu Rosário com devoção, prometo a minha protecção especial e grandíssimas graças.
2. Aquele que perseverar na oração do Meu Rosário receberá uma graça especialíssima.
3. O Rosário será uma defesa poderosíssima contra o Inferno; destruirá os vícios, libertará do pecado, dissipará as heresias.
4. O Rosário fará florescer as virtudes e as boas obras, e obterá para as almas a mais abundante misericórdia Divina; fará que, nos corações, o amor ao mundo seja substituído pelo amor a Deus, elevando-os ao desejo dos bens celestes e eternos. Quantas almas se santificarão por esse meio!
5. Quem se confiar a Mim, por meio do Rosário, não perecerá.
6. Quem rezar o meu Rosário com devoção, meditando nos seus mistérios, não será oprimido pela desgraça. O pecador se converterá; o justo crescerá em graças e se tornará digno da vida eterna.
7. Os verdadeiros devotos do meu Rosário não morrerão sem os Sacramentos da Igreja.
8. Aqueles que rezam o meu Rosário encontrarão, durante sua vida e na sua morte, a luz de Deus e a plenitude das Suas graças, e participarão dos méritos dos bem-aventurados.
9. Libertarei muito prontamente do Purgatório as almas devotas ao meu Rosário.
10. Os verdadeiros filhos do meu Rosário gozarão de uma grande glória no Céu.
11. Os que pedirem por meio do meu Rosário, obterão.
12. Aqueles que defenderem o meu Rosário serão socorridos por Mim, em todas as suas necessidades.
13. Obtive do meu Filho que todos os membros da Irmandade do Rosário tenham por irmãos, durante a vida e na hora da morte, os santos do Céu.
14. Aqueles que rezarem fielmente o meu Rosário serão todos meus filhos amantíssimos, irmãos e irmãs de Jesus Cristo.
15. A devoção ao meu Rosário é um grande sinal de Predestinação.

A Santa Madre Igreja sempre favoreceu esta bela devoção, tomemos o exemplo do Papa Pio XI, na Carta Encíclica Ingravescentibus Malis:
Esta prática de piedade, Veneráveis Irmãos, admiravelmente difundida por S. Domingos, não sem a sugestão celestial e a inspiração da Virgem Mãe de Deus, é sem dúvida fácil para todos, até para os ignorantes e para os simples. Mas fogem do caminho da verdade aqueles que consideram esta devoção uma fórmula chata, repetida como um monótono tom de cantarolar, e a rejeitam como se fosse apenas boa para crianças e mulheres patetas.
Neste assunto, é de se notar que tanto a piedade como o amor, apesar de sempre renovados nas mesmas palavras, nem sempre repetem a mesma coisa, mas expressam algo novo, emitido pelo sentimento íntimo de piedade. Além de, este modo de oração ter o perfume de simplicidade evangélica e requer humildade de espírito; e, se desdenhamos a humildade, que nos ensina o Divino Redentor, será impossível para nós entrar no Reino dos Céus: "Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus." (Mt, 18, 3)

Regressemos à recitação do Rosário, nestes tempos em que o mundo tanto precisa da nossa oração!

Sancte Dominici, ora pro nobis!

PF


blogger

Sem comentários: