segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Líder cristão preso porque “converteu 300 pessoas”

A polícia laotiana prendeu o líder cristão Bountheung, da aldeia de Nongpong, no distrito de Khamkerd, na província de Borikhamxai (Laos central). A acusação é “converter 300 laotianos à fé cristã”. Como informado à Fides, a prisão ocorreu uma semana atrás, depois que em agosto o líder foi duas vezes convocado e interrogado pelas autoridades provinciais. As perguntas se referiam à sua fé e à conversão de cerca de 300 laotianos ao cristianismo, realizada em maio passado. Os 300 fiéis, todos da aldeia de Nongpong, depois de ver e conhecer o homem, que há mais de 10 anos praticava a fé cristã, decidiram aderir livremente. Isto alarmou as autoridades locais. 

A ordem de prisão contempla também a expulsão de Bountheung da aldeia e intima os 300 cristãos residentes em Nongpong a renunciar à sua fé cristã em troca do direito de continuar a viver na aldeia. Segundo a Ong "Human Rights Watch for Lao Religiuous Freedom", a ordem viola um direito de cidadania, pois Bountheung morava e trabalhava na aldeia e está regularmente registrado, como outros 300, como "residente permanente".  
in Agência Fides


blogger

3 comentários:

Catarina Poppe Figueiredo disse...

Inacreditavel... sff nao deixes de escrever no blog qd fores para Roma!!!

João Silveira disse...

Creio que por lá também exista internet! ahah

Obrigado popeye, bj

Antónimo disse...

isto era uma espécie de crowdfunding. o homem disse que iria converter 301 pessoas.
ou é isso ou então andamos a rezar pouco.