segunda-feira, 8 de julho de 2013

Papa Francisco visita Lampedusa, a ilha dos imigrantes


O Papa Francisco foi hoje à ilha de Lampedusa (sul de Itália), na primeira visita oficial fora de Roma. É por ali que muitos imigrantes ilegais, provenientes de países africanos, tentam entrar na Europa. Foi assim uma homenagem aos milhares de imigrantes que morreram a tentar chegar a esta ilha, e também uma chamada de atenção aos países europeus para este drama humanitário.

Seguindo o exemplo de Jesus, como a Beata Teresa de Calcutá e tantos outros católicos, o Papa foi ter com os mais miseráveis, com os que são desprezados pela sociedade.


"A cultura do bem-estar, que nos leva a pensar em nós mesmos, torna-nos insensíveis aos gritos dos outros, faz-nos viver como se fôssemos bolas de sabão: estas são bonitas mas não são nada, são pura ilusão do fútil, do provisório. Esta cultura do bem-estar leva à indiferença a respeito dos outros; antes, leva à globalização da indiferença. Neste mundo da globalização, caímos na globalização da indiferença. Habituamo-nos ao sofrimento do outro, não nos diz respeito, não nos interessa, não é responsabilidade nossa!"


blogger

1 comentário:

pedro laranjeiro disse...

Bem que ele podia ter levado todos estes desgraçados para o Vaticano e acolhê-los na irmandade católica