quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Salve Regina Solene

Quando se canta a Salve Regina em latim, um canto gregoriano que qualquer Católico acaba mais tarde ou mais cedo por aprender, a melodia é sempre a mesma. Isso é óptimo porque permite que um português, um espanhol e um francês (a sequência típica) consigam rezar e cantar juntos a Nossa Senhora.

Essa melodia é a versão mais conhecida e simples que há da Salve Regina. No entanto, existe outra versão mais desenvolvida, muito bonita, que é chamada a "Salve Regina Solene".

O vídeo que segue mostra alguns seminaristas a cantarem-na. Nesta versão, os cantores usam uma técnica chamada organum. É uma técnica dos primórdios da polifonia, que consiste em suster uma nota-pedal. Metade do coro canta a melodia e a outra metade canta o texto numa nota-pedal que sofre apenas 2 ou 3 alterações ao longo da peça.

Mais um tesouro da tradição bimilenar da Igreja Católica.



blogger

6 comentários:

Francisco disse...

A Igreja só tem um tesouro: os Pobres.

Tudo o resto são complementos que a Trindade põe ao nosso dispor para fazermos o bem.

É difícil entender a mensagem de Jesus, mas há-de conseguir penetrar o coração dos homens.

Trabalhemos para o bem e deixemos o acessório de lado.


Um cartuxo disse...

Ó Francisco, deixar o quê de lado?
Uma coisa não atrapalha a outra, ou ofende-o oferecer a Deus o melhor?
Já perdeu a fé, homem!
Bergoglio, é você?

Francisco disse...

Deus não quer o melhor!

Deus pelo contrário quer o pior! Por isso enviou Jesus Criato à terra. Dificil de entender não é?

Homens de pouca fé e lentos de espírito.

A Igreja não é teatro e muito menos passerelle... Há muitos que não entendem isso... Usam a Igreja para os seus caprichos psicologicos...

Uma Igreja pobre, para os Pobres.


Anónimo disse...

Francisco,

veja nos evangelhos:
João 12;8
Lucas 7;46

O grande tesouro da Igreja é Jesus. E para Jesus e para a Sua Mãe é bom dar o melhor. Da mesma maneira que daríamos o melhor a alguém de quem gostamos.

Bom Senso disse...

Deus não quer o melhor? Então quer o quê? O pior?
O seu primeiro mandamento é adora-Lo sobre todas as coisas, daí a Igreja dar o melhor para Deus.

Só os pobres é que interessam? E os doentes? E os oprimidos? E os bem aventurados? etc.
Essa teologia exclusiva dos pobres é tão ridícula.
Deus, como Pai que é, quer a salvação de todos os seus filhos.

Anónimo disse...

Excepto adúlteros, homossexuais e criminosos.