quarta-feira, 25 de julho de 2018

Visitar Jesus no Santíssimo Sacramento

Se é tão agradável estar em companhia de um amigo querido, será possível que nós, neste vale de lágrimas, não sintamos nenhum prazer na companhia do melhor dos amigos, dum amigo que pode encher-nos de todos os bens, de um amigo que nos ama apaixonadamente e que, por isso, quer entreter-se continuamente connosco? 

Pois bem; aqui, no Santíssimo Sacramento, podemos entreter-nos com Jesus à vontade, abrir-lhe o nosso coração, expor-lhe as nossas necessidades, pedir-lhe graças; numa palavra, neste sacramento adorável, podemos tratar com o Rei do céu com toda a confiança e singeleza.

Santo Afonso Maria de Ligório


blogger

1 comentário:

francisco disse...

Acham que isto está correcto?

"Por conseguinte, no segundo milénio, a Eucaristia passou progressivamente a ser um objecto de culto. A natureza da participação convivial da Eucaristia e a união com Cristo pela comunhão passaram a segundo plano. A importância foi dada à “visão da hóstia”, provocando um deslocamento da própria celebração eucarística. O momento da “consagração”, isto é, aquele momento da narração da ceia, no qual Cristo dá, no pão e no vinho, o seu corpo sacrificado e o seu sangue derramado, desviou-se para longe da sua finalidade original: «tomai e comei, tomai e bebei». O desejo de “ver a hóstia” fez criar o rito da “elevação” na celebração da Eucaristia e posteriormente as formas mais espetaculares das exposições do sacramento, as procissões, os grandes sacrários... Daqui nasceu a solenidade do Corpus Domini. Não é este o momento oportuno para prolongarmos a história da celebração da Eucaristia, apenas para situarmos o contexto celebrativo e devocional eucarísticos."

http://www.diocesebm.pt/noticia/adoracao-eucaristica-interpelacao-das-jornadas-mundiais-da-juventude