domingo, 21 de julho de 2019

Missa Tradicional dá trabalho

Na Missa Tradicional em Rito Romano:

O sacerdote persigna-se 16 vezes; 
volta-se 6 vezes para o povo; 
beija o altar 8 vezes; 
levanta os olhos para o céu 11 vezes. 

10 vezes bate no peito e 10 se vezes ajoelha; 
junta as mãos 54 vezes; 
faz 21 inclinações com a cabeça e 7 com os ombros; 
faz inclinação profunda 8 vezes; 
benze 33 vezes a oferta com o sinal da cruz; 

Põe 29 vezes as duas mãos sobre o altar; 
14 vezes reza com os braços estendidos e 36 vezes junta as mãos; 
põe as mãos juntas sobre o altar 7 vezes; 
9 vezes coloca a mão esquerda apenas; 
11 vezes põe-na sobre o peito; 
8 vezes levanta as duas mãos para o céu; 
11 vezes ora em voz baixa e 13 em voz alta; 
descobre e cobre o cálix 5 vezes e muda-o de lugar 20 vezes.

Além d'estas 350 cerimónias, o sacerdote deve observar ainda 150, ao todo são 500.  Acrescentando a estas cerimónias as 400 rubricas prescritas, verificareis que o sacerdote que celebra a Santa Missa, conforme o rito romano, está obrigado, sob pena de pecado, a 900 obrigações.

Cada uma destas obrigações tem a sua significação espiritual, cada uma para fazer cumprir digna e piedosamente o santo Sacríficio da Missa. 

Pelo que o Papa Pio V ordenou formalmente que todos, Cardeais, Arcebispos, Bispos, Prelados e simples sacerdotes dissessem a Missa desta maneira, sem nada mudar nem acrescentar ou diminuir um ponto sequer.

Venerável Martinho de Cochem in 'Explicação da Santa Missa' (1914)


blogger

Sem comentários: