segunda-feira, 8 de junho de 2015

Presidente polaco apanha do chão uma Hóstia consagrada

Andrzej Duda, presidente da Polónia, esteve presente na Missa do dia de Acção de Graças celebrada pelo Cardeal Kazimierz Nycz, arcebispo de Varsóvia. Durante a distribuição da Comunhão, o vento forte fez com que uma Hóstia consagrada voasse do altar e fosse parar ao chão. Nesse momento, o presidente polaco levantou-se, genuflectiu e apanhou a Hóstia.
De todas as autoridades presentes nos primeiros bancos, o presidente polaco foi o único a reagir. Os seus guarda-costas, que no princípio não entenderam o que se passava, aproximaram-se para ver o que fazia o presidente.


Além de apanhar a Hóstia do chão, tapou-a com as mãos e entregou-a ao Cardeal Nycz, que A recebeu com a reverência devida a Jesus sacramentado.
Aos 42 anos de idade, Andrzej Duda acabou de ganhar as eleições na Polónia, defendendo uma política de apoio à família e à natalidade, através de medidas sociais. Isto enquanto declara guerra aos contraceptivos, ao aborto e à fecundação in vitro.

in infocatolica


blogger

8 comentários:

Jose gonçalves disse...

QUE BOM QUE TAMBEM EM PORTUGAL TIVESSE MOS POLITICOS QUE ADORASSEM NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Celia Gaspar disse...

Políticos Portugueses deviam seguir o exemplo deste Primeiro Ministro.

Jose gonçalves disse...

sra celia gaspar nao se esqueça que a republica portuguesa e filha da revoluçao francesa anti catolica infelismente

Douglas Soares disse...

Meus pêsames para a Polônia. É muito ver um país nas mãos de um péssimo político, que deixa que a religião influencie nas suas decisões.

walter novais disse...

O zelo pelo Corpo e Sangue do nosso senhor Jesus Cristo, retrata como realmente devemos tratar o nosso semelhante ! O Brasil tem sido o campeão do desrespeito ao próximo !

Cláudio Freitas disse...

Que Deus dê à Polônia paz e prosperidade!!!

Cláudio Freitas disse...

Que Deus dê à Polônia paz e prosperidade!!!

Anónimo disse...

Douglas, você não sabe o que é ter um péssimo presidente, que deixa que a cobiça e a corrupção influam nas suas decisões. E permanecem impunes. Veja o Brasil...