segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Missa de D. Fernando Rifan em Lisboa

Ontem, Domingo, dia de S. Vicente, padroeiro do Patriarcado de Lisboa, o Msgr. Fernando Rifan, bispo da Administração Apostólica S. João Maria Vianney celebrou, na igreja de S. Nicolau, uma Missa Cantata.

O Senza marcou presença e apresentamos uma reportagem exclusiva:

Antes do Evangelho ser cantado, o Turiferário apresenta o turíbulo e o Mestre de Cerimónias a naveta. O bispo impõe o incenso, dizendo: "Ab illo benedicaris in cuius honore cremaberis. Amen" - "Sejas abençoado por Ele na honra de Quem serás queimado. Amen"



O bispo incensa as oblatas, traçando sobre elas três cruzes e três voltas (duas para a esquerda e uma para a direita), dizendo: "Incensum istud a te benedictum ascendat ad te, Domine et descendat super nos misericordia tua." - "Suba até Vós, Senhor, este incenso, que Vós abençoastes, e que a Vossa misericórdia desça até nós." De seguida, incensa o altar e é incensado pelo Mestre de Cerimónias.

"Dominus meus et Deus meus."

Antes de distribuir a comunhão aos fiéis, o bispo comunga do cálice e os servos rezam o 2º Confiteor.

Ao som da antífona mariana deste tempo, prepara-se a procissão de saída, após a leitura do Último Evangelho. "Alma Redemptoris Mater, (...) peccatórum miserére."

No fim, D. Fernando Rifan ficou para os fiéis o poderem cumprimentar.

Deo gratias!


blogger

2 comentários:

Paulo Consolini disse...

Pena que ele não é mais um bispo tradicionalista, mas modernista.

Anónimo disse...

Deviam era de ir todos para a síria, Afeganistão, Iraque Somália fazia-vos muito bem