segunda-feira, 16 de maio de 2022

Cássia Kiss: de abortista a católica tradicional



blogger

2 comentários:

Cristiano Maria Grignion Birgersdotter disse...

Louvad'O seja O noss'O SENHOR JESUS CRISTO e a Sua Mãe Santíssima pela mudança de vida da Cássia Kiss!
Que o testumunho dela sirva para despertar muitas pessoas para a verdadeira Fé, a Fé Católica.
Coisa que os outros "Padres" não falaram quando foram nessa emissora do Diabo, a Cássia Kiss falou.

Maria José Martins disse...


Quando o arrependimento é sincero e verdadeiro, Deus age de forma estrondosa.
Obrigada por este testemunho!

E peço desculpa àqueles que, porventura, ainda não querem reconhecer a Obra:"O Evangelho como me foi revelado," de Maria Valtorta, da qual tiro estes Ensinamentos. Mas como Jesus a mandou escrever, precisamente para nos ajudar nestes tempos tão conturbados, eu não resisto...

Diz Jesus:"(...)Depois do Delito dos delitos--Jesus referia-se a Judas--se o culpado corresse aos pés de Deus com verdadeiro arrependimento e, chorando, Lhe pedisse perdão, oferecendo-se para expiação, sem DESESPERAR, Deus o perdoaria e, por meio da expiação, o culpado ainda salvaria o seu espírito..."

Mas antes, também diz:"(...)Quando alguém se está afogando, será um assassino quem o deixar afogar-se, porque ele está entre duas forças: EU e Satanás. Logo, se a MINHA força o abandonar, porque a sua vontade já não é capaz de Me amar, ele ficará entregue a Satanás e, então, quem o Salvará?"
E Jesus continua afirmando que, mesmo assim, Ele retem até à última os despojos do seu espírito, até que a sua vontade opte ou não por Ele, podendo, salvar-se, ou condenar-se, até, PECAR, COM TODO O SEU SER.

Daí, penso eu, a grande responsabilidade de todos nós e, sobretudo, da HIERARQUIA da Igreja, quando não esclarece devidamente as pessoas com a VERDADE, abandonando-as às FALSAS IDEOLOGIAS, que lhes vão minando as consciências, ao ponto de ficarem com os corações empedernidos e capazes de fazer as PIORES ESCOLHAS, apagando-lhes, assim, A LUZ do espírito, que ainda resta!